Imprimir
INTERVENSAO NA MESA REDONDA:

INTERVENSAO NA MESA REDONDA:
"LA HISTORIOGRAFÖA LATINO AMERICANA E SUA IDENTIDADE.
Profa. Dra. Paula Caleffi



O debate em torno da identidade da historiografia latino americana, esta diretamente
vinculado ao debate relativo a existencia de uma identidade latino americana.
Esta preocupaqao com a existencia de uma identidade latino americana vai acabar
por refletir-se diretamente sobre a historiografia, atrav‚s principalmente, das escolhas dos
temas privilegiados nas investigaqoes historiogr ficas.
Justamente um dos temas que tem sido privilegiado por esta historiografia, de forma
crescente nas £ltimas duas d‚cadas, refere-se a questao da identidade dos povos nativos
latino americanos.
Encontramos, nas universidades, uma grande produqao de teses academicas
preocupadas em investigar sobre a questao da identidade, neste ou naquele grupo ind¡gena
Sob nosso ponto de vista grande parte destes trabalhos, escritos por terceiros, ou seja. nao
por membros das culturas investigadas, as quais sao originalmente  grafas, incorrem em um
processo de radicalizaqao do direito de ser diferente, evidente que isto ‚ muito importante.
no entanto detectamos tres riscos implicitos a este processo;
Primeiro, entender-se as sociedades nativas como paradigma, e como local da
poss¡vel realizaqao de utopias que nao encontram mais espaqo de projeqao ap¢s o
esfacelamento do bloco comunista. Acarretando uma idealizaqao dos ind¡genas e de suas
sociedades, e uma nao aceitaqao dos mesmos enquanto sujeitos hist¢ricos.
Segundo, que a super valorizaqao da diferenqa, por membros da cultura ocidental,
questione a identidade ¡ndio, em favor unicamente de identidades tribais, como j  vem
acontecendo. Por exemplo afirma-se que; "o dia do ¡ndio ‚ uma data institu¡da para celebrar
este ser gen‚rico oficial, ant¡tese por excelencia da diversidade ‚tnica". Temos plena
consciencia que o termo ¡ndio ‚ uma identidade atribu¡da, origin ria de uma projeqao do
imagin rio dos primeiros conquistadores. Mas sabemos que a identidade ‚ um processo
situacional, e hoje o importante ‚ que o termo ¡ndio, envolve todas as etnias que tem
"consciencia de sua continuidade hist¢rica com sociedades pr‚-colombianas'*, somando
fo~ em suas reivindicaqoes frente as sociedades nacionais.
Terceiro, que a preocupaqao exacerbada com a construqao e a afirmaqao das
diferenqas, por parte desta historiografia, ocasione um fracionamento, atrav‚s da
radicalizaqao da defesa do direito a diferenqa, que impossibilite a discussao da proposta de
Serrano Caldera, da construqao da "Unidade na Diversidade"