Debates


Colonización y perdón de España

 
Prezados Amigos:

Como professor de história da América na Universidade Luterana do Brasil não posso deixar de achar estranho este debate, uma vez que torna-se óbvio que em nenhum dos lados houve santos. Devemos deixar de olhar o processo de colonização da América por esta ótica maquiavélica de uma luta entre o bem e o mal. O importante é tentarmos entender este processo dentro do viés da expansão marítima européia nos séculos XV e XVI e o tipo de pensamento que norteava as necessidades e interesses das potências européias do período, incluindo Portugal e Espanha. Somente compreendendo este processo é que conseguiremos pôr um pouco de luz no caminho, caso contrário passaremos o resto do tempo buscando culpados e justificativas vãs para este período que é riquíssimo no contato entre Europa e América. Como costumo dizer aos meus alunos a história da conquista/descoberta depende e muito do ângulo de quem analisa o fato.

Marco Antonio de Almeida Batista
ULBRA/Canoas-RS/BRASIL