Historia Inmediata


Ataque a EE.UU

 
Levando em consideração a grande quantidade de comentários, dos mais variados tipos sobre o assunto em questão, não posso furtar-me de lembrar que o fundamentalismo islâmico somente ressurgiu neste século após o final da 2ª Guerra, graças às estrepulias do Ocidente no Oriente Médio, sob a liderança dos EE.UU. Na medida que os povos árabes iniciaram seu processo de independência/descolonização lá estavam os países ricos buscando os seus interesses econômicos (petróleo) sem a mínima consideração com a cultura daqueles povos. O processo de globalização foi tão brutal naquela região que conseguiu brindar-nos com os ayatolás, mulás e outras figuras do gênero, erguendo suas vozes contra a ocidentalização dos costumes de seus povos, apontando esta como a responsável pela miséria e falta de vontade política dos seus líderes políticos em defender a cultura muçulmana. É claro, que sou contra toda e qualquer tipo de violência, principalmente, quando a vida humana em qualquer lugar perde seu valor, mas enquanto o mundo ocidental não encontrar maneiras de distribuir a riqueza mundial, a fim de minorar a miséria nos países pobres, esta violência tenderá a aumentar.

Não será com uma resposta militar que os EE.UU. encontrarão a paz, mas desenvolvendo políticas mundiais de desenvolvimento, onde o progresso não seja apenas uma propaganda que os pobres assistem e não participam.

Marco Antonio de A. Batista
Universidade Luterana do Brasil
mbatista@catolico.com.br