Debates


Fines de la historia


Nao tentarei escrever em espanhol pois e certo que sairá mal. Tenho percebido na academia brasileira, atualmente, uma certa tendencia aos  estudos da formação da nacionalidade. Nao conheço nenhu mgrupo específico, mas iniciativas isoladas e no entanto,  frequentes. Tendo a crer que, contra o desaparecimento das fronteiras na globalização, nada melhor que se lembrar de como e porque surgiram. Sem xenofobia, apenas lembrar e narrar a identidade.
 
Obrigada

Maria Maroca
UFMG -BRASIL