Debates


Historia y fútbol



 

entro tardiamente neste debate que já tomou diversos caminhos. Gostaria de voltar à mensagem inicial para dizer que, aqui no Brasil, um número cada vez maior de historiadores estuda e escreve sobre o futebol - inclusive eu mesmo. Como o tema praticamente não fazia parte das preocupações de nossa historiografia há cerca de quinze ou vinte anos, essa é uma mudança muito expressiva, que, obviamente, tem relação direta com os novos rumos da historiografia mundial.
Abraços a todos,

 
Fabio Franzini
Professor da Universidade Federal de São Paulo - Unifesp
Brasil